Postagem em destaque

Nosso site!

  Ja conhece nosso  Site ? www.uterodepano.com.br.  Corre espiar lá você fica sabendo de nossa história, do que nossos clientes acham d...

segunda-feira, 9 de junho de 2014

E enfim tiveram que criar uma lei para coibir agressões aos filhos.. Lei do menino Bernardo, isso não é um absurdo??

#osimdiario 

A pessoa defende o "direito de bater nos filhos" mas acha um absurdo apanhar do marido...

Acha um absurdo essa lei "se metendo na criação dos filhos dela" mas acha o fim um filho bater na mãe idosa...responder com palavras rudes, agressivas...

Acredita que "um tapinha não tem problema e é até remédio as vezes" mas acha o fim trabalhar feito louca e ganhar menos que os homens..e mesmo grávida não ter bancos no ônibus... e ser "bulida" e levar cantada...

Vê o erro em qualquer ato de agressão contra ela (de preconceito a passada de mão no trem, filas intermináveis , salário baixo, repressão, governo corrupto....) mas acha que bater no filho é certo..

Sabe pessoa? O que acontece em todos esses casos é exatamente o mesmo: o forte agredindo o mais fraco, o que se acha superior amedrontando o que acha inferior...




Mas sim existe um problema maior no caso de bater no seu filho: você deveria ser quem o guiaria na loucura da vida, quem seguraria suas mãozinhas e com ele encontraria o caminho, deveria ser o tal do abrigo, o colo no momento do medo...

Ele deveria ver em você um ser a seguir, um modelo...

E se ele te tomar como modelo e aprender exatamente o que o tapa ensina? É batendo ( e não conversando) que se resolve (do meu jeito) as coisas (que eu acho) certas...

Acredite em você e no poder do teu amor... o medo que todos vivenciamos hoje vem de um passado com muitas violências, que possamos deixar um futuro de mais afeto, pois um dia nós seremos os que precisarão ser cuidados e acalentados por esses que hoje estamos educando.

Que o direito ao respeito seja de todos, começando por quem mais amamos, que nossa mão seja para o carinho, nossa boca para o riso e nossos momentos difíceis para o aprendizado.

Respeito sim, medo nunca!!

Ps: antes que digam que é impossível criar uma criança sem agressão aqui estão duas, e quem conhece sabe que são(principalmente a mais velha , logico) muito , muito, muito bem educada, empática, estudiosa e responsável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário